Browsing Archive: abril, 2016

Mudanças climáticas ameaçam sobrevivência de árvores gigantes e antigas

Postado por DIEGO RIBEIRO CHAVES em terça, abril 26, 2016,

As mudanças climáticas e os fenômenos meteorológicos extremos ameaçam a sobrevivência das florestas de árvores gigantes e antigas, ao limitarem sua capacidade de adaptação às mudanças, diz um relatório publicado no sábado (23).

“As árvores gigantes e antigas necessitam de longos períodos de estabilidade para sobreviver, o que está se transformando em algo muito raro em um mundo que muda rapidamente”, alertou o coautor da pesquisa, Bill Laurance, em comunicado da Universidad...


Continuar lendo...
 

Projeto do Parque de Preservação Ambiental na Serra de Santo Antônio irá explorar três tipos de turismo

Postado por DIEGO RIBEIRO CHAVES em sexta, abril 22, 2016,


O biólogo Diego Chaves, proprietário da Econ Consultoria, esteve concedendo entrevista à imprensa para falar sobre o projeto de criação de um Parque de Preservação Ambiental na Serra de Santo Antônio em Campo Maior. Diego falou sobre os dados que ele já levantou no local, como o perímetro da área que chega a 6.349 hectares, a altitude da serra em relação ao nível do mar que chega a 408 metros e sua maior altura em relação à base que é de 282 metros. Outro dado importante é ...

Continuar lendo...
 

Equipe da Econ inicia os trabalhos visando a criação de um Parque de Preservação Ambiental na Serra de Santo Antônio em Campo Maior

Postado por DIEGO RIBEIRO CHAVES em segunda, abril 11, 2016,
A equipe da Econ Consultoria e Projetos Ambientais iniciou na manhã do último sábado (09.04) os trabalhos visando a criação de um Parque de Preservação Ambiental na Serra de Santo Antônio na cidade de Campo Maior-PI, que fica à 78 km da capital Teresina. Na oportunidade foram feitos levantamentos como a medição da altitude, da área do local, marcação dos pontos que dão acesso ao perímetro da serra, entre outros dados.



Após a conclusão desse trabalho, o biólogo Diego Chaves i...

Continuar lendo...
 

Água de rio é ruim ou péssima em 36,3% de pontos avaliados por estudo

Postado por DIEGO RIBEIRO CHAVES em terça, abril 5, 2016,

Um levantamento feito pela Fundação SOS Mata Atlântica revelou que a qualidade da água de rios, córregos e lagos do Brasil foi classificada como ruim ou péssima em 36,3% dos pontos de coleta avaliados. A classificação foi regular em 59,2% das amostras e boa em apenas 4,5% delas.

O estudo analisou amostras de água coletadas em 289 pontos de 183 rios, córregos e lagos distribuídos em 76 municípios de 11 estados brasileiros. As coletas foram feitas entre março de 2015 e fevereiro de ...


Continuar lendo...
 
 

Tags

Categorias