Expansão agrícola na Bolívia. Foto de Sam Beebe/Flickr

Estudo colaborativo publicado esta semana pela revista Nature faz uma revisão sem precedentes do impacto das mudanças do uso do solo sobre a biodiversidade global desde 1500. Em 2005, a expansão da ocupação humana, sobretudo via agricultura e pecuária, já havia reduzido em 13,6% o número de espécies dos ecossistemas locais, tomando como base a biodiversidade existente pré- Revolução Industrial. Essa média esconde grandes variações regionais. Nos países do oeste da Europa...

Continuar lendo...